Como prevenir a mastite

A mastite é uma inflamação das glândulas da mama causada pelo acúmulo de leite e acontece com maior frequência no pós-parto, principalmente na primeira gestação. A mastite pode ocorrer em uma mama ou nas duas e as características são mamas vermelhas, endurecidas, doloridas e quentes.

A mastite crônica normalmente se manifesta em mulheres durante o período de amamentação, mas sua ocorrência também pode se dar em não lactantes.

Entre seus principais sintomas, destacam-se:

✔️ Vermelhidão na pele;
✔️ Coceira;
✔️ Presença de nódulo doloroso na mama;
✔️ Ardor durante a amamentação;
✔️ Inchaço;
✔️ Febre acima de 38,3 graus;
✔️ Dor na mama;
✔️ Secreção no mamilo com pus;
✔️ Aumento de gânglios nas axilas.

➡️ A patologia pode ocorrer por diferentes motivos, como:

✔️ Contaminação de bactérias presentes na boca dos bebês em mulheres que estão amamentando;
✔️ Alterações hormonais pós-menopausa;
✔️ Câncer (carcinoma inflamatório);
✔️ Doenças que afetam o sistema imune, como AIDS e diabetes.

➡️ Os tratamentos mais comuns são feitos por meio de antibióticos e analgésicos. Apesar de indispensáveis, sua ação nem sempre é efetiva e exige grande recorrência para que surta efeitos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo